Ciclo de Conferências

O que de mais recente acontece na ciência, com Ispianos e convidados, de Portugal e de todo o mundo.


HISTÓRICO

Maio

What works with women in conflictwith the law?

LORAINE GELSTHORPE
(University of Cambridge)

Host: Andreia de Castro Rodrigues

Abstract:

There is very clear over-representation of women in prison in relation to the nature of their offences (mostly property-related, theft and handling stolen goods).  This is seemingly a global problem.  Needless to say, the over-use of imprisonment has a deleterious impact on women and their families.  If the aim is to facilitate pathways out of crime, as a key element of ‘what works’, then keeping women out of prison is arguably central to the task.   This means looking beyond programmes and interventions, as well as the findings from studies of such programmes and interventions.   This talk will therefore focus on gender-responsive sentencing possibilities which avoid custodial sentences for women wherever possible, and at what we know about ‘what works’ for women by way of programmes in custody and in the community.

Innovative parenting solutions that engage marginalised and excluded families: building evidence and taking to scale

CRISPIN DAY
(King’s College, University of London)

AbstractThe prevalence of child mental health disorders has reached critical levels.  Parenting is the most important influence on developmental outcomes. Group format parenting programmes are the recommended evidence-based method of intervention for child behavioural and conduct problems.  Family stigma, practical problems, lack of intervention availability and complex referral routes mean that that the majority of families whose children are at highest risk fail to receive adequate support.  

Empowering Parents Empowering Communities (EPEC) is an innovative parent-led parenting programme designed to improve access and outcomes for socially disadvantaged, marginalised and minoritised families.  Developed in the UK, this paper will describe the rationale, content and methods of EPEC’s approach.  It will describe the research evidence supporting the programme, the latest findings from taking EPEC to scale across the UK and internationally as well as emerging evidence of online and digital delivery. 

Host: Miguel Basto-Pereira 


Abril

Aprender na escola e andar na escola: reflexões sobre a essência e o dispêndio

AMÉRICO PEÇAS
(Pedagogo, Consultor para a Formação e Designer Social)

Abstract: Apesar do acesso à escola, como direito, ainda estar longe de ser universal, e até para sublinhar a defesa intransigente da escola para todos como experiência vital de cidadania e de cultura, precisamos a todo o momento de questionar a relevância dos percursos escolares. O que é essência e o que é dispêndio no tempo alargado de escolarização que caracteriza as nossas sociedades? E de que inquietações tem de se fazer a pedagogia, sabendo-se que não é ciência exata, antes se revelando e fecundando na medida em que souber interpretar o real? As respostas certas, a haver, estarão no substrato da ética, da ciência e da política – na arte do encontro humano implicado com o bem do mundo. 

Host: Patrícia Limpo

Trabalho de equipa em contexto virtual: das fronteiras físicas às fronteiras psicológicas

PATRÍCIA COSTA
(ISCTE-IUL)

Abstract: O teletrabalho imposto pela pandemia de COVID-19 tornou extremamente visível um fenómeno que em si mesmo não é novo: o facto de ser possível colaborar com colegas de equipa remotamente, através do uso das tecnologias de informação e comunicação. Nesta conferência, abordaremos as principais teorias relacionadas com esta questão e a forma como se têm alterado e desenvolvendo, a par dos desenvolvimentos tecnológicos e da normalização da sua utilização. Focar-nos-emos nas consequências para o trabalho em equipa, abordando também algumas questões ao nível individual que condicionam a eficácia do trabalho em equipa e a satisfação pessoal nestas condições.

Host: Ana Sabino

Avaliação formativa: da teoria à prática pedagógica

ANTÓNIO MONTIEL
(Ispa – Instituto Universitário)

Abstract: A transformação em curso do sistema educativo e de formação em Portugal visa melhorar as práticas pedagógicas das escolas e dos seus professores, nomeadamente no domínio da avaliação formativa, como principal modalidade de avaliação. O propósito final deste trabalho é observar o impacto da participação dos professores numas Oficinas de Formação sobre os “Contributos da avaliação formativa para uma educação personalizada e inclusiva”. Serão capazes estas Oficinas, seguindo os princípios metodológicos da investigação colaborativa sobre a prática, de alterar a perceção (teórica) e a prática da avaliação formativa desses professores?

Host: Lourdes Mata


Março

Responsividade, envolvimento e diretividade em creche: atividades ou interações?

JOANA CADIMA
(Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto)

Abstract: Nesta apresentação, iremos apresentar alguns resultados de dois projetos de investigação realizados em creche no contexto português. O primeiro estudo, QualityMatters, envolveu 120 salas de creche em 4 países (Portugal, Finlândia, Polónia e Holanda). O segundo estudo, Bebés Em Creche, envolveu 90 berçários portugueses. Ambos os estudos permitiram analisar as interações entre os educadores de infância e os bebés/crianças e examinar as complexas relações entre as atividades, as rotinas e o grau de envolvimento dos adultos. Durante a apresentação, serão discutidas as condições facilitadoras de interações afetuosas, responsivas e estimulantes, bem como os principais desafios. Serão ainda partilhadas algumas reflexões à luz do conhecimento científico atual.  

Host: Ana Teresa Brito   

Acceptance and commitment therapy digital interventions: new opportunities and developments

MARIA KAREKLA
(University of Cyprus)

Abstract: Approximately half of the world’s population owns a smart phone and uses the internet. Digitized means present with great opportunities to harness health behavior change in individuals. The digitalization of societies, coupled with increasing demands for self-management, cost-effectiveness, time-limited, widely accessible and quality services, present with an ideal arena for innovative approaches in the provision of services. Acceptance and Commitment Therapy (ACT) informed digitized interventions are gaining ground in their ability to effectively achieve health behavior change and lead to improvements in vitality and well being among individuals who suffer from a variety of health and mental health problems. This presentation examines the opportunities and challenges for utilizing digitized ACT interventions. Findings and lessons learned from ACThealthy laboratory’s recent studies will be presented, using a variety of digitized innovations in the prevention and treatment of human suffering.

Host: David Neto

Reserva cognitiva: um escudo para o cérebro?

RAQUEL LEMOS
(Ispa – Instituto Universitário/Fundação Champalimaud)

Abstract: A reserva cognitiva (RC) corresponde à capacidade do cérebro em manter um determinado nível de desempenho na presença de uma agressão, tal como uma doença neurodegenerativa ou um evento traumático. A RC é habitualmente estimada através de medidas indiretas, tais como o nível de escolaridade. No entanto, a validação empírica de medidas diretas, passíveis de manipulação, tem se revelado cada vez mais desafiante.  

Nesta apresentação, iremos revisitar este construto tão importante para as neurociências cognitivas e acompanhar a evolução das suas formas de avaliação. 

Host: a confirmar 

Cavalos-marinhos em Portugal: passado, presente e futuro

MIGUEL CORREIA
(MARE, Ispa – Instituto Universitário/IUCN [SPS SG])

Abstract: No início do século foi encontrada a maior comunidade de cavalos-marinhos situada nas águas da Ria Formosa. Este cenário favorável veio a ser transformado por um decréscimo acentuado nos efetivos populacionais das duas espécies que habitam as zonas costeiras Portuguesas (Hippocampus guttulatus e Hippocampus hippocampus). Surgiu então a necessidade de determinar as ameaças que sustentaram este declínio bem como o estudo e a implementação de ações de mitigação de modo a restaurar uma população que outrora se assumiu como uma referência mundial. 

Host: Emanuel Gonçalves 

Vigilance in humans: the influence of co-presence and fear body odors

NUNO GOMES
(WJCR, Ispa – Instituto Universitário)

Abstract: In other species, the presence of conspecifics reduces the time allocated to vigilance, increasing the time invested, for instance, in foraging. On the other hand, the exposure to danger signals (e.g., fear body odors) enhances vigilance. In 3 studies, we explored how vigilance in human beings is: (a) influenced by the presence of others; and (b) by the exposure to fear body odors. Our results show that: (a) humans allocate less time to vigilance when in the presence of others; and (b) the exposure to fear body odors does not affect vigilance per se, but results in faster defense reactions.

Host: Gün Semin

Intervenções móveis e digitais para a promoção de comportamentos de saúde: Onde estamos e para onde vamos? 

JORGE ENCANTADO 
(CIPER/FMH – Universidade de Lisboa) 

Abstract: As tecnologias digitais constituem hoje uma alternativa de intervenção para a promoção dos comportamentos de saúde com elevada escalabilidade e relação custo-benefício. Desde as aplicações móveis, às mensagens de texto, aos jogos de movimento, ou até à realidade virtual, os desenvolvimentos nos últimos anos têm sido muito significativos e promissores. Neste contexto, a comunicação focar-se-á na literatura relativa à gestão de peso e à promoção da atividade física. Complementarmente, será também dada uma visão mais geral da literatura mais recente sobre as intervenções digitais para promoção dos comportamentos de saúde: as mais recentes revisões, os principais projetos atualmente em curso, e as perspetivas de desenvolvimento futuro nesta área, em que a Psicologia tem e terá um papel fundamental. 

Host: Maria João Gouveia 

Evolução das Terapias Cognitivo-Comportamentais: da 1.ª à 3.ª geração

MARIA DO CÉU SALVADOR
(Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra)

Abstract: As “terapias cognitivo-comportamentais (TCC) incluem diversas intervenções com o mais extenso suporte empírico, deste a terapia comportamental (1ª geração), passando pela terapia cognitivo-comportamental (2º geração), até chegar às terapias contextuais (3ª geração). Se as duas primeiras visam modificar o comportamento e a experiência interna desagradável, a 3ª, visa, fundamentalmente, alterar a relação dos indivíduos com essa mesma experiência. Numa abordagem transdiagnóstica, mais do que alterar “sintomas”, abordam-se processos que subjazem a diversos quadros psicológicos. Promover a saúde e a qualidade de vida imperam. A investigação começa a demonstrar que um terapeuta pode melhor servir os seus clientes se conhecer diferentes métodos das várias gerações. Investigação futura ajudará a distinguir o que poderá ser melhor para quem…

Host: David Neto

O guia das áreas marinhas protegidas: proteger e valorizar o oceano

EMANUEL GONÇALVES
(Ispa – Instituto Universitário/MARE)

Abstract: A ciência sustenta hoje, com factos e de forma muito clara, que enfrentamos uma emergência climática e uma crise de extinção de espécies. Há décadas que os cientistas propõem soluções para proteger o oceano. Com níveis de proteção elevados e meios para a sua gestão, as áreas marinhas protegidas protegem espécies, recuperam as pescarias e reduzem os impactos das atividades humanas. Há mais de 30 anos que existem compromissos internacionais para a proteção do oceano, mas que estão muito longe de ser atingidos. O Guia de Áreas Marinhas Protegidas uniformiza a linguagem e clarifica o nível de proteção e o estado de implementação, mostrando o que podemos esperar de cada uma delas. É uma ferramenta essencial de transparência, avaliação e comunicação sobre a proteção do oceano, que permite avaliar a situação de cada país.

Host: Manuel Eduardo dos Santos

Using behavioral science to tackle global health challenges: what, why and how

MARTA MARQUES
(Universidade de Lisboa)

Abstract: The COVID-19 pandemic brought behavioural sciences to the spotlight, due to the core role of individual and societal protective behaviours. Behavioral sciences have much to contribute to tackling current global health (and planetary) challenges, by providing systematic methods of intervention development, developing classification systems to describe what is within behavioural interventions, and moving towards dynamic and adaptive approaches to behaviour change. In this talk, I will provide an overview of the most promising multidisciplinary research that is being conducted in this topic, providing practical examples of its applications to e.g. the COVID-19 pandemic, and in the context of digital technologies.

Host: Maria João Gouveia

Desenvolvimento colaborativo e validação do questionário das capacidades para os serviços comunitários de saúde mental

BEATRICE SACCHETTO
(Ispa – Instituto Universitário /APPsyCI)

Abstract: Será apresentada uma investigação cujo objetivo é contribuir para a avaliação e inovação dos programas comunitários de saúde mental, através de uma nova medida baseada no referencial teórico das capacidades e construída de forma colaborativa. Será também realçada: a inovação do referencial teórico das capacidades, tendo em conta o background histórico e atual do sistema de saúde mental, bem como a interligação com a psicologia comunitária; a pertinência da abordagem colaborativa na investigação e avaliação na área da saúde mental. Por fim, serão apresentadas as conclusões principais do estudo em termos de implicações para uma mudança transformativa.

Host: José Ornelas

Monstros no quarto: relações, segurança e son(h)o no desenvolvimento da criança

CATARINA PERPÉTUO
(WJCR, Ispa – Instituto Universitário)

Abstract: O ser humano, assim como todos os mamíferos, tem inscrita em si a necessidade de dormir. Salvo algumas exceções, que são raras, as pessoas dormem todos os dias. Ao longo dos primeiros 10 anos de vida, a criança passa mais tempo a dormir do que acordada. Porém, aproximadamente 30% das crianças apresentam alguma perturbação do sono durante a infância. Dada a importância do sono, compreender os fatores que o podem perturbar constitui-se como tarefa central para a Psicologia do Desenvolvimento. Contudo, aceder a esses fatores implica, primeiro que tudo, a capacidade de imaginar e de construir ferramentas que permitam penetrar no mundo infantil. Será que conseguiria dormir, se tivesse monstros debaixo da cama e ninguém para os mandar embora? A qualidade do sono da criança é investigada na sua relação com a existência, primeiro real, depois internalizada, de figuras protetoras, capazes de afugentar os “monstros” reais e imaginários, que assustam crianças, adolescentes e também adultos. As relações de vinculação com as figuras primárias e as suas associações com a qualidade do sono são discutidas no contexto das suas implicações numa das tarefas mais importantes da infância e da adolescência: a exploração do meio.

Host: Manuela Veríssimo

Terapia focada nas emoções: uma breve introdução

JOÃO SALGADO
(Universidade da Maia)

Abstract: Nesta apresentação, é feita uma breve introdução à Terapia Focada nas Emoções. Esta forma de psicoterapia experiencial, neo-humanista e construtivista, que tem apoio empírico sólido na intervenção junto de um conjunto variado de perturbações emocionais, coloca o trabalho emocional no cerne da transformação terapêutica. Baseando-se numa forte presença terapêutica, aponta para a exploração empática e profunda dos processos de sofrimento emocional, cria condições para um trabalho de mudança dos processos defensivos que perpetuam as dificuldades existentes e promove uma libertação do potencial de cada pessoa.

Host: David Neto


Parenting: it’s in the heart, brain, and hormones

MARIAN J. BAKERMANS-KRANENBURG
(Vrije Universiteit Amsterdam, the Netherlands)

Abstract: Parenting behavior is something that we can observe. But there is a lot going on in parents “under the skin” when they respond – or do not respond – to child signals. What are the neurobiological processes underlying parenting? Are these the same for fathers and mothers? An important question is also: are neurobiological factors influencing parenting behavior or could it also be the other way around, i.e., does parental behavior affect their neurobiology? These are questions that will be addressed, based on state-of-the-art empirical studies and meta-analyses.

Host: Manuela Veríssimo


What to expect when you are not expecting it: how implicit regularities drive attentional selection

JAN THEEUWES
(Vrije Universiteit Amsterdam; Institute Brain and Behavior Amsterdam (iBBA)/WJCR, Ispa – Instituto Universitário)

Abstract: Extracting statistical regularities from the environment is one of the most fundamental abilities of any living organism. This type of learning is largely unconscious, unintentional, and implicit that runs “in the background”, both seeking and giving structure to the world around us, making it coherent, predictable and quickly manageable. Even though a lot is known about how statistical learning affects language acquisition, object recognition, motor learning, and decision making, only recently it became apparent that it plays a key role in attentional selection. In this talk I will present an overview of recent studies investigating how statistical learning regarding the target and the distractor determines attentional control. It is argued that selection history modulates the topographical landscape of spatial ‘priority’ maps, such that attention is biased towards locations having a high activation and biased away from locations that are suppressed.

Host: Gün Semin


Participação e envolvimento das famílias na educação – Contributos para a formação de profissionais de educação de infância

Lourdes Mata

Ciclo de conferências ISPA – 2020/2021 – ESPECIAL MESTRADOS
Duração:

Início: Quinta, Abril 29, 2021 – 17:00

Fim: Quinta, Abril 29, 2021 – 18:00

Localização:

Videoconferência

No âmbito do Ciclo de conferências ISPA – 2020/2021 | ESPECIAL MESTRADOS, Lourdes Mata, dará uma palestra no contexto do Mestrado em Educação Pré-Escolar, com o título “Participação e envolvimento das famílias na educação – Contributos para a formação de profissionais de educação de infância”.

Host: Francisco Peixoto

Entrada livre

Resumo da conferência

As famílias têm um papel primordial na educação das crianças, enquanto primeiros educadores, tal como é estabelecido pela Convenção dos Direitos da Criança. Elas têm direito a conhecer, escolher e contribuir na resposta educativa dada aos seus filhos. Assim, os contextos educativos (escolas e jardins de infância) têm necessariamente de desenvolver estratégias para promover a participação plena das famílias, enquanto parceiros, e com responsabilidade partilhada. Neste sentido iremos apresentar algumas investigações desenvolvidas nos últimos anos e que nos permitiram conhecer melhor a perspetiva dos profissionais, famílias e crianças sobre o envolvimento das famílias no processo educativo. A partir das principais conclusões destas investigações, procuraremos elencar alguns elementos que consideramos essenciais estarem presentes na prática e na formação de docentes para uma abordagem intencional e consistente à participação e envolvimento das famílias.

Gone with the wind: seasonal distribution and habitat use by the reef manta ray (Mobula alfredi) in the Maldives, implications for conservation

Joanna L. Harris

School of Biological and Marine Sciences, Faculty of Science and Engineering, Plymouth University

Anfitrião: Peter McGregor

Saúde e os seus significados: impacto no comportamento e reações afetivas

David Neto

ISPA – Instituto Universitário

Anfitriã: Cláudia Carvalho

Teoria de vinculação: referencial teórico relevante para o estudo das configurações familiares dissidentes (não-heterossexuais)

Fernando Salinas-Quiroz

Universidad Pedagógica Nacional, Unidad Ajusco

Anfitriões: Manuela Veríssimo e Pedro Costa

 

Tartarugas Marinhas de São Tomé e Príncipe: Ecologia, genética e estado de conservação de diferentes populações que ocorrem neste arquipélago oceânico

Joana Hancock

Ce3c, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Anfitriã: Rita Patrício

O estudo de aula como processo de desenvolvimento profissional de professores de Matemática

Marisa Quaresma

ISPA – Instituto Universitário

Anfitriã: Ana Cristina Silva

Behavioural responses of oceanic cetaceans to variation in food resources

Mónica Almeida e Silva

IMAR – Institute of Marine Research; Okeanos R&D Centre, University of the Azores

Anfitrião: Paulo Catry

Projecto FOODLIT-PRO: literacia alimentar, sustentabilidade, e pandemia COVID19

Raquel Rosas

ISPA – Instituto Universitário; WJCR

Anfitriã: Filipa Pimenta

Poluição por plásticos e microplásticos: desafios da complexidade

Paula Sobral

FCT/UNL; MARE-NOVA

Anfitrião: Frederico Almada

Nós e os Outros: da Integração à Participação

Sérgio Gaitas

ISPA – Instituto Universitário

Anfitrião: Francisco Peixoto

Children as Persons of Interest: A Universal but Neglected Category in Social Perception Research

Sara Hagá

Faculdade de Psicologia, Universidade de Lisboa

Anfitriã: Teresa García-Marquez

Community psychology in the face of new total institutions: The case of migrant detention

Francesca Esposito

British Academy Newton International Fellow, Centre for Criminology, University of Oxford (UK)

Anfitrião: José Ornelas

Projeto Peixes Nativos – Envolver a comunidade na conservação da Biodiversidade

Carla Sousa Santos

ISPA – Instituto Universitário

Anfitriã: Joana Robalo

Brincar e ser ativo na infância

Carlos Neto

Professor Catedrático na Faculdade de Motricidade Humana

Anfitriã: Ana Teresa Brito

(Aprender a) Compreender a Leitura

Betina Astride

Centro de Investigação em Educação (CIE-ISPA)

Anfitriã: Margarida A. Martins

Ilusões temporais: maleabilidade da experiência e percepção subjectiva de tempo

Alexandre Fernandes

William James Center for Research

Anfitriã: Teresa Garcia-Marques