Sobre o Ispa

O Ispa foi fundado em 1962, a partir de ordens religiosas católicas, com a denominação de Instituto de Ciências Psicopedagógicas, tendo desde cedo assumido um perfil de vanguarda, em linha com as abordagens mais modernas da época.

Pioneiro no ensino e investigação da Psicologia em Portugal, o Ispa viria a adotar a designação de Instituto Superior de Psicologia Aplicada em 1964, passando a ser gerido por uma cooperativa aberta a docentes e não-docentes em 1977, modelo de gestão que mantém até hoje.

Com uma oferta formativa inicial muito sólida em diversos ramos da Psicologia, o Ispa ampliou o seu âmbito de ensino para a área do comportamento animal na década de 1980, período em que também fundou a Escola de Estudos Pós-Graduados e estreou, a nível nacional, cursos de mestrado nas áreas de Etologia, Psicologia Psicanalítica, Psicossomática e Psicologia Ambiental. Entre esta década e a seguinte, o Ispa deu passos decisivos no desenvolvimento e projeção das ciências do comportamento em Portugal ao estabelecer redes e protocolos com reconhecidas universidades europeias e brasileiras que permitiram o intercâmbio de estudantes, professores e investigadores, numa ampla experiência de partilha de conhecimentos.

Em 2009, o Ispa, enquanto projeto já consolidado e reconhecido nacional e internacionalmente, foi reconvertido em Instituto Universitário no regime organizativo e jurídico das instituições do ensino superior. Com esta mudança o Ispa passou a poder a ministrar, de forma autónoma, todos os graus académicos previstos no quadro de organização de estudos do Processo de Bolonha: Licenciaturas (1.º ciclo), Mestrados e Mestrados Integrados (2.º ciclo) e Doutoramentos (3.º ciclo). Este é o ano que vê ainda nascer o Centro de Biociências do Ispa, numa clara e bem-sucedida aposta na área das ciências da vida que iria traduzir-se, nos anos letivos seguintes, em novas licenciaturas e mestrados: Biologia, Bioinformática e Biologia Marinha e Conservação.

Incorporar na matriz académica cursos superiores de Educação a partir de 2011, permitiu ao Ispa aumentar estrategicamente a sua oferta, passando assim a poder responder aos grandes desafios do nosso tempo no que respeita ao futuro da aprendizagem e aquisição de conhecimento.

A excelência do projeto pedagógico e científico do Ispa tem pontuado os seus mais de 50 anos de expansão, crescimento institucional e notoriedade pública. A sua história, a elevada qualificação do corpo docente, a dinamização de projetos de investigação em nome próprio e em parceria, a organização regular de iniciativas científicas e culturais, a excecional vida académica e o trabalho contínuo em prol do conhecimento, fazem do Ispa o local certo para se ousar ir mais além.