Propósito, Visão, Missão e Valores

O Ispa – Instituto Universitário tem como propósito a qualificação de alto nível através de uma formação científica, tecnológica, cultural e cívica de referência internacional, e a produção e difusão de conhecimento nos domínios das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida.

Neste sentido, o Ispa visa a articulação responsável, sinérgica e eficaz entre o estudo, o ensino, a investigação e as necessidades do meio social, procurando respostas para os grandes desafios que se colocam ao mundo contemporâneo.

As missões institucionais do ISPA, enquanto instituição de ensino superior de natureza universitária, desenvolvem-se no quadro de uma abordagem holística da gestão conhecimento técnico e científico a saber:
i) a construção de conhecimento (investigação e desenvolvimento) decorrente das atividades de investigação científica, com objetivos específicos, de duração limitada e com execução programada no tempo.;
ii) a transmissão de conhecimento (projetos de ensino) entendida como a lecionação de ciclos de estudos conducentes à obtenção de graus e os cursos não conferentes de grau;
iii) a transferência de conhecimento (extensão) entendida como a interação com a sociedade não inseridas diretamente no âmbito da investigação ou ensino formais, visando a satisfação de interesses ou necessidades da comunidade, num quadro de reciprocidade

Enquanto força motriz nas áreas emergentes da psicologia, das biociências e da educação, e criando conexões inovadoras com outras áreas do saber, o Ispa aposta em projetos de intervenção, em serviços profissionais de apoio à comunidade e em demais meios de extensão universitária como forma de contribuir para o bem-estar e integração da Pessoa, visando uma melhor sociedade.

O compromisso institucional do Ispa desenvolve-se em torno de três eixos principais: o ensino, a investigação e a extensão universitária, tendo por base um quadro de valores que reforçam a sua matriz identitária.

São referência no quadro de valores institucional:

a) O Pensamento crítico entendido como o incentivo à consciência crítica da realidade a partir de um sólido conhecimento científico que forme cidadãos ativos, ética e socialmente responsáveis, capazes de intervir em democracia no respeito pela pluralidade e diversidade;

b) A Excelência enquanto orientação para elevados padrões de exigência, rigor e profissionalismo com base no reconhecimento do mérito e tendo como meta a excelência e verdade académica e a melhoria constante do desempenho individual e institucional nas suas diferentes manifestações;

c) A Inovação no estimulo criativo da criatividade e na promoção de uma atitude aberta e proativa, procurando ideias e novos enquadramentos que contribuam para a valorização e modernização das atividades e processos institucionais e potenciação dos seus resultados;

d) O Humanismo: enquanto estado permanente de abertura a novas experiências e perspetivas adotando uma cultura de respeito pelo outro nas suas múltiplas facetas, no reconhecimento do direito e valorização da diferença e na igualdade de oportunidades;

e) A Solidariedade: desenvolvendo o sentido de justiça e de responsabilidade social partilhada.