O seu browser não suporta JavaScript! Fadiga pandémica dos portugueses | ISPA – Instituto Universitário
PT

Fadiga pandémica dos portugueses

Fadiga pandémica dos portugueses
PsiQuaren10

Mais de 80% dos inquiridos apresentam níveis de fadiga relacionada com a situação pandémica de nível moderado a severo, revelou um estudo realizado pelo projeto Ispiano PsiQuaren10. O estudo mostrou que o teletrabalho, mais cansativo que o trabalho presencial, o isolamento/quarentena, ter amigos ou familiares que testam positivo à Covid-19, mas sobretudo a exposição a notícias sobre o vírus e a pandemia, entre outros fatores,  têm um impacto negativo e relevante sobre os níveis de fadiga pandémica. Estes níveis parecem subir ao longo do tempo, de um confinamento para outro.

 

O projeto PsiQuaren10 é coordenado pela Professora Ivone Patrão, tem a originalidade de incluir estagiários académicos do Mestrado em Psicologia da Saúde do ISPA, com supervisão, e tem como objetivo contribuir para a promoção do bem-estar através de orientações para a gestão emocional individual e familiar. O estudo foi conduzido durante os confinamentos do final de 2020 e do início de 2021 (segunda e terceira vaga, respetivamente) e contou com uma amostra de 1854 indivíduos.