O seu browser não suporta JavaScript! Centro de EtnoPsicologia Clínica - Equipa | ISPA – Instituto Universitário
PT

Centro de EtnoPsicologia Clínica - Equipa

 

INICIO EQUIPA GRUPO DE INVESTIGAÇÃO EVENTOS E FORMAÇÕES PARCERIAS

 

 

Maria Emília Marques

Dirige o Grupo Clínicas e Migrações e o Centro de Etnopisologia Clínica, ISPA.

Professora Associada no ISPA.    

Doutorada em Psicologia Clínica pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (1998). Pós-graduada em Psicopatologia e Psicologia Clínica pela Universidade de Paris V – René Descartes (1982). Licenciada em Psicologia Clínica pelo ISPA (1980).

Membro da Sociedade Portuguesa de Psicanálise.

Integra o grupo de investigação: Réseau Universitaire Europeéen et International de Recherche en Méthodes Projectives et Psychanalyse. ~

Integra o corpo de Redação da revista Análise Psicológica, o Conselho de Redação das revistas Psicologia em Estudo, Maringá, Brasil e  Psilogos, Hospital Fernando Fonseca e ainda o Comité de Lecture da Revista Psychologie Clinique et Projective, Paris.  

Dirigiu, entre 2010 e 2013, o Doutoramento em Psicologia Clínica, no ISPA.

 

Francesco Vacciano

Psicólogo clínico (1998), especializado em psicoterapia familiar (2007) e doutorado em antropologia (2008), colabora como etnopsicólogo com o centro Frantz Fanon de Turim desde 1997, sendo co-fundador da mesma associação, e com o Centro de Etnopsicología Clínica de Lisboa desde o seu início em 2013. É Investigador Auxiliar do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-ULisboa) e autor de vários artigos e de um livro sobre a etnopsiquiatria e as dinâmicas psíquicas e sociais ligadas à migração contemporânea. Os seus temas de interesse concernem a migração no Mediterrâneo e os seus perfis existenciais e administrativos (refugiados, vítimas de tráfico, ‘menores não acompanhados’); as políticas e as práticas das fronteiras contemporâneas; a condição dos jovens e o ativismo no Norte de África; a medicina tradicional e alternativa em Moçambique. Sobre estes temas, tem participado, também com funções de direção, em vários projetos internacionais de investigação e de investigação-ação. Desenvolve atividade de pesquisa, supervisão e formação em Itália, Portugal, Espanha, Marrocos, Tunísia, Suíça, França e Moçambique. É também membro do conselho científico do Instituto Universitario de Investigación sobre Migraciones, Etnicidad y Desarrollo Social (IMEDES) da Universidad Autónoma de Madrid e da Plataforma Europeia de Especialistas em Migração Infantil (MIGRINTER-CNRS Poitiers et Centre d’Etudes sur la Coopération Juridique Internationale).

 

Sandra Roberto

Doutorada em Psicologia Clínica e da Saúde, pelo ISCTE-IUL e Mestre em Psicologia clínica pelo ISPA-IUL. Ao longo do seu percurso profissional e formação académica tem se dedicado à área das migrações. Participou em várias conferências internacionais, publicou artigos em revistas científicas e participou em projetos de investigação na área da diversidade cultural.
Presentemente é investigadora associada do CIS - ISCTE-IUL e da APPsyCI - ISPA. Encontra-se a desenvolver um projeto de investigação que procura compreender os contextos de receção e as características dos menores não acompanhados requerentes de asilo (Financiado pelo FAMI).
Tem desenvolvido trabalho de acompanhamento psicológico com os menores não acompanhados no Conselho Português para os Refugiados (CPR). É membro efetivo da Ordem dos Psicólogos e exerce atividade clínica em contexto privado. Ao nível da docência é professora convidada no Mestrado em Psicologia das Relações Interculturais do ISCTE-IUL.

 

Ana Isabel Pereira

Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta de Orientação Psicanalítica pela Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica, exerce atualmente atividade clínica a tempo integral, em contexto privado e institucional.
Tem desenvolvido trabalho nas articulações entre o pensamento psicanalítico e os contextos educacionais, bem como no atendimento psicológico especializado a migrantes. 
Possui Licenciatura e Mestrado em Psicologia Clínica e Diploma de Estudos Avançados em Psicologia Clínica Psicanalítica. Também no ISPA-IU integra a equipa do Centro de Etnopsicologia Clínica, onde desenvolve atividade no âmbito do atendimento clínico transcultural e de investigação na área da  Adolescência, Multiculturalidade e Psicanálise. 
É Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses e Membro Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde.  

 

Virgílio Teixeira

Psicólogo Clínico (Mestrado Integrado em Psicologia Clínica, ISPA), com formação em Avaliação e Intervenção em Psicologia Clínica Psicanalítica pela Clínica Rorschach (2008 – 2010), formação avançada em Psicossomática pela Universidade Católica (2011) e é associado em formação da Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica – ramo de Psicanálise. É membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses e Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde.

Ao longo da sua vida profissional tem trabalhado com grupos vulneráveis (toxicodependentes, crianças e jovens em risco e suas famílias) e exercido clínica privada com crianças, adolescentes e adultos. Trabalhou vários anos no Sistema de Promoção e Proteção de Crianças e Jovens em Risco, fez parte da modalidade alargada da CPCJ Lisboa Ocidental, bem como exerceu os cargos de Psicólogo e Diretor Técnico numa Casa de Acolhimento Residencial (Fundação António Luís de Oliveira), onde desenvolveu vários projetos visando a criação de um ambiente educativo com intencionalidade terapêutica, facilitador da aprendizagem com a experiência e da autonomização dos residentes. Atualmente coordena um projeto de promoção da saúde mental em crianças e jovens em acolhimento residencial (psicoterapia e consultoria) e exerce clínica privada a tempo integral.

 

Andreia de Carvalho Dickinson

É psicóloga clínica, psicoterapeuta especialista, arte-terapeuta e formadora. A sua experiência de trabalho inclui as funções de apoio psicológico, psicoterapia, avaliação psicológica, consulta de etnopsicologia clínica, mediação institucional e arte-terapia individual e grupal. Estas intervenções têm ocorrido em diversos contextos: clínicas multidisciplinares, consultório particular, projetos de intervenção psicossocial, escolas, meio hospitalar psiquiátrico.

 

Maria Anahory Noronha

Psicóloga Clínica (Mestrado Integrado em Psicologia Clínica, ISPA) e Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Desenvolveu inicialmente trabalho em diversos contextos educacionais e atualmente exerce atividade clínica em contexto privado. A par com a clínica privada, integra também a equipa do Centro de Etnopsicologia Clínica no ISPA onde fornece atendimento clínico transcultural.  

 

Catarina Veiga Fernandes

Psicóloga Educacional e Clínica (ISPA), exerceu o cargo de técnico superior de Educação na Fundação D. Luís I /Câmara Municipal de Cascais. Desenvolveu e coordenou projetos de formação no âmbito da Arte/Educação com diferentes públicos: educadores de infância, professores e alunos do nível secundário. Realizou estágio na Clínica Psiquiátrica S. José, Telheiras (Lisboa) tendo desenvolvido projetos de intervenção na psicose e reabilitação de competências - unidade de longo internamento, e acompanhamento psicoterapêutico - unidade de agudos e longo internamento. É mestre em Filosofia da Linguagem e Ciências Cognitivas (Universidade Católica Portuguesa) e membro Investigador do Seminário permanente em Fenomenologia e Psicanálise (desde 2012 - Universidade Católica Portuguesa/FCH). Exerce atividade clínica em contexto privado.

 

Margarida Costa Pereira

Psicóloga Clínica (ISPA), com formação em Avaliação e Intervenção em Psicologia Psicanalítica pela Clínica Rorschach (2010-2011). Tem desenvolvido atividade clínica com crianças e adolescentes em contexto institucional, ao nível de projetos de intervenção terapêutica de cariz social e em consultório privado. Intervêm em ações de aconselhamento e formação parental, nos temas da infância e adolescência. Integra a equipa do Centro de EtnoPsicologia Clínica (CEC) onde desenvolve avaliação e atendimento clínico transcultural..A par da prática clínica  concluiu o 3º do curso regular de Desenho/Pintura do Ar.Co (Centro de Arte e Comunicação Visual)

 

Maria Inês Machado

Psicóloga Clínica, Doutoranda em Psicologia Clínica (ISPA) a desenvolver projeto de investigação: “Expressões da vergonha no adolescente cabo-verdiano: uma abordagem transcultural”. Desenvolveu projeto facilitador de aquisições e sucesso educativo (FASES) em parceria entre o Centro de Educação e Reinserção do Cidadão Inadaptado (CERCIMA) e o Ministério da Educação, no apoio a crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais (2007-2009). Formadora nos módulos de Psicossociologia das Organizações e Desenvolvimento Social e Pessoal no Instituto Emprego e Formação Profissional (2008 - 2010). Desde 2007, integra  Equipa de Educação Especial, no delineamento de projetos pedagógicos e psicoterapêuticos de crianças e jovens do 1º e 2º Ciclos, onde desenvolve especialmente projetos psicoterapêuticos com crianças e jovens migrantes. Exerce psicologia clínica em consultório privado desde 2007. É membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses e formadora certificada pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional.

 

Casandra Maria Solé Costa

Mestre em Psicologia Clínica (2018 – ISPA, Lisboa), com dissertação realizada na área de etnopsicanálise que aborda a “vivência migrante de duas mulheres nascidas em São Tomé e Príncipe”. Realizou o estágio académico no Farol – A.T.T. (2017) e atualmente realiza o estágio profissional para a ordem dos psicólogos no CEC.  

 

Beatriz  de Palma Carvalho

Formada em psicologia clínica, tem diversas áreas de interesse integradas na etnopsicanálise: psicanálise, antropologia e estudos pós-coloniais. Realizou uma investigação na dissertação de mestrado que contempla a abordagem etnopsicanalítica para olhar os diversos lugares de resistência e de existência da comunidade negra em Portugal. Tendo realizado o estágio curricular no CEC e finalizado o mestrado, atualmente é estagiária profissional para a Ordem dos Psicólogos no CEC.

 

Martinho Palha

Psicólogo Clínico pelo ISPA (2016), com dissertação realizada na área de investigação das relações de género e parentesco, e identidade étnica, partindo de narrativas de sujeitos de etnia cigana. Realizou estágio académico na Unidade WMais, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (2014-2015), onde realizou avaliações, grupos terapêuticos e acompanhamentos psicológicos. Trabalhou na área do acolhimento residencial de crianças e jovens, como educador social (2016-2017).

Membro estagiário da Ordem dos Psicólogos Portugueses, colabora com o CEC desde 2017, tendo realizado acompanhamentos psicológicos e investigação na área das migrações em contexto educativo.